A Escola do Reino de Kelicai

Edifício construído em 1932, sob a administração do administrador da Circunscrição Civil de Baucau, o Tenente Armando Pinto Correia, um português natural da Ilha da Madeira.
Funcionou até 1942 aquando da invasão do território pelas tropas japonesas. Inicialmente esteve direcionado ao ensino primário, tendo como director o Sr. José Diaz Ximenes, um timorense natural de Laleia.

História da Escola do Reino de Kelicai
História da Escola do Reino de Kelicai

A Situação Atual da Escola

A partir de 2014, professores, alunos, e povoações compraram folhas de zinco e aproveitaram a Natureza para cortar bambu e folhas de palmeiras e de coqueiros para improvisar tectos, portas e janelas.

Situação actual da Escola D. Carlos Filipe Ximenes Belo
Situação actual da Escola D. Carlos Filipe Ximenes Belo
A Reabilitação da Escola

A Reabilitação da Escola

Esta página tem a finalidade de apelar à generosidade de benfeitores e de tocar nos corações de todos os amigos de Timor-Leste para esta realidade e obra concreta: a reabilitação de um antigo edifício escolar:
Escola D. Carlos Filipe Ximenes Belo.

A sua Ajuda Conta!

Perante esta situação dramática no ensino em Timor-Leste, é urgente, e solicitamos encarecidamente, a ajuda do povo português para a reabilitação deste edifício escolar.

IBAN: PT50 0036 0073 99100070983 64

Donativo não sujeito a beneficio fiscal para efeitos de IRS, segundo o art.º 63º do EBF.